sábado, 17 de dezembro de 2016

6028. PORTUGAL CONTINENTAL: mês de Novembro normal

O mês de Novembro de 2016, em Portugal Continental, classificou-se como normal, quer em relação à quantidade de precipitação, quer em relação à temperatura do ar. Durante este mês predominaram as situações frontais e as situações depressionárias associadas a depressões centradas a oeste do continente, bem como uma depressão complexa, com um núcleo centrado próximo da P. Ibérica.
O valor médio quer da temperatura média do ar (12,11°C), quer da temperatura máxima do ar (16,99°C) foram próximos do valor normal, com anomalias de -0,26°C e +0,17°C respectivamente; o valor médio da temperatura mínima do ar (7,23°C) foi inferior ao normal, com uma anomalia de -0,68°C.
Nos primeiros dias da última década registou-se uma descida acentuada dos valores da temperatura, em especial da temperatura mínima, que persistiu abaixo do normal até ao fim do mês. De salientar que no período de 21 a 27, o território esteve sob influência de uma depressão complexa, à qual esteve associada uma superfície frontal fria com ar frio e instável do seu sector pós-frontal. Esta situação, que se estendeu a todo o país, originou períodos de chuva, por vezes fortes, acompanhados de trovoada e vento forte, tendo-se registado no dia 26, na estação meteorológica do Fundão, a maior quantidade de precipitação em 24h com o valor de 91.0 mm.
No final de Novembro houve uma diminuição da área em situação de seca fraca, com 47% do território nesta classe de seca, tendo-se verificado um aumento da área em situação normal e de chuva fraca.
Tecle aqui para consultar o relatório.
* * * * * * * *
Fonte: IPMA

Sem comentários: